3 de dezembro de 2016

À Conversa com o Blogue… #13 | The Ghostly Walker

Olá pessoal! Como estão? Pois é, ao fim de algumas semanas sem edições desta rubrica, eis que vos trago mais uma entrevista a um blogger português, homem (há que mostrar os blogues da autoria de homens com um bom conteúdo), que gosta de opinar sobre tudo e mais alguma coisa – The Ghostly Walker. Ricardo Francisco, o autor, gentilmente me respondeu às perguntas que lhe fiz e que vocês podem ler de seguida.


O Pinguim Sem Asas (OPSA) - Há quanto tempo surgiu o blogue?
Ricardo Francisco (RF) - Tecnicamente, o blogue foi criado em Setembro de 2014. Como não estava satisfeito com o resultados, sete meses depois, em Abril do ano seguinte, foi "re-inaugurado" e mantém-se ativo até hoje.

OPSA - Qual a razão de o teres criado? O que levou a fazê-lo?
RF - O The Ghostly Walker surgiu da paixão pela escrita aliada à vontade de partilhar as minhas opiniões sobre os mais variados temas. Gosto genuinamente de discutir assuntos que considero relevantes ou simplesmente interessantes.

OPSA - O nome do teu blogue: qual o motivo de escolha?
RF - Penso que a tarefa de encontrar um nome para uma página é penosa para qualquer blogger. Nesse sentido, utilizo o mesmo método de seleção há anos: títulos de músicas. Numa sessão de brainstorming com a minha namorada, mandámos títulos para o ar e, de várias combinações possíveis, esta foi a minha favorita.

OPSA - Que assuntos são abordados no teu blogue?
RF - Embora seja um blogue generalista, os temas com maior incidência são cinema, músicas, séries televisivas, blogosfera e sociedade em geral.

OPSA - Qual o teu público-alvo?
RF - O meu público-alvo é qualquer pessoa com sentido de humor e que aprecie cultura.

OPSA - Já alguma vez te faltou inspiração para publicar?
RF - Não conheço nenhum blogger que nunca tenha passado por isto. Claro que já me faltou inspiração! Aliás, já falei abertamente sobre este problema algumas vezes.

OPSA - Tens algum exemplo a seguir dentro da blogosfera? Quem?
RF - Isto vai soar tão mal, mas não.

OPSA - Quem é o Ricardo Francisco?
RF - O Ricardo é um jovem que, apesar de extremamente sonhador, é brutalmente realista. É divertido, detesta injustiças e tem sempre uma opinião a dar.


OPSA - Na tua opinião, quais os pontos positivos e negativos de se ter um blogue?
RF - Pontos positivos são praticar a escrita - já não aguento com o uso excessivo e erróneo de palavras como "ficá-mos"-, encontrar pessoas que partilhem os mesmos interesse, e para alguns, uma fonte de rendimento. Pontos negativos são ter que lidar com copy-cats e indivíduos que se escondem atrás de um teclado para destilar veneno.

OPSA - Já alguma vez pensaste em abandonar o blogue? Se sim, porquê?
RF - Um dos motivos pelo qual não me canso deste blogue é o facto de ser generalista. Não estar preso a um só tema dá-me liberdade de falar de vários temas que adoro sem cair na rotina. Portanto não, nunca pensei em abandonar o TGW.

OPSA - Cada vez mais vemos novos blogues a surgir. Qual a tua opinião relativamente à blogosfera em geral?
RF - Pessoas criativas, opinativas e divertidas são sempre bem-vindas. Infelizmente, a esmagadora maioria dos novos utilizadores estão mais focados em replicar conteúdos, de modo a atingir "sucesso" rapidamente, do que a oferecer algo original. Nesse sentido, sinto que existe uma falta de variedade gritante. Cada um é livre de escrever sobre o que bem entender mas, tudo o que é de mais enjoa.

OPSA - Consideras que existe alguma descriminação de género dentro da blogosfera? Porquê?
RF - Talvez "descriminação" seja um pouco forte, mas sim, sem dúvida. Existe um mentalidade "anti-masculina" na blogosfera. Não há nada mais desagradável que entrar no blogue de uma rapariga e ler "Olá meninas" no início dos posts. Além de perder a vontade de comentar, nem me sinto bem em fazê-lo. Até podem ter a página mais feminina de sempre, mas quem é que garante que um rapaz não vá querer participar na conversa? O que mais há por aí são homens a utilizar produtos de cosmética e a partilharem o gosto pela moda, portanto, não faz sentido nenhum esta exclusão ao público masculino. Se forem rapazes e não se interessarem pela indústria da moda (como é o meu caso), aí a situação torna-se ainda mais complicada.

OPSA - A blogosfera está igual ou diferente agora do que há 10 anos atrás?
RF - Está completamente diferente. Criei o meu primeiro blogue em 2006 e é chocante fazer um paralelo com o presente. Perdeu-se a essência "pura" que marcou os primeiros anos desta plataforma. Se antigamente, ser blogger era sinónimo de escrita, agora não é. O tempo e dedicação em oferecer ao leitor conteúdo interessante passaram para terceiro plano. A blogosfera tornou-se num verdadeiro negócio de vaidades, e trocas de favores, extremamente competitivo. São mais as publicações sobre produtos/roupas patrocinadas que o estado do mundo ou programas culturais. O que interessa é receber coisas grátis, mesmo que terríveis, e ver os números crescer sem grande ou nenhum trabalho.

OPSA - Metas a atingir futuramente com o blogue.
RF - A minha motivação nunca foi ganhar algo em troca, mas não significa que não tivesse grandes expectativas para o futuro do blogue. Seria hipócrita se dissesse que não gostava de aumentar as estatísticas gerais da página e o número de intervenientes nas conversas. O feedback do público é o melhor amigo de um blogger. Ainda que me pareça quase impossível, pelo menos agora, seria fantástico se conseguisse abrir portas a nível profissional.

Já conheciam o blogue do Ricardo? Não? Então do que estão à espera? Se querem ler bom conteúdo, com uma boa dose de sarcasmo à mistura, têm que começar a segui-lo. Só tenho a agradecer ao Ricardo por ter aceite o meu convite e por ter respondido a estas perguntas.

Quem já o segue?
‘Boraaaa!

Até lá, bons post’s ;)

10 comentários:

  1. Não conhecia e gosto desta partilha.
    Gostei das respostas.
    Tudo de bom.
    :)
    ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado AFlores. O objetivo desta rubrica é mesmo essa. Dar a conhecer os blogues que temos e quem está por detrás dos mesmos ;)

      Abraço

      Eliminar
  2. Já conhecia o blogger, gostei muito de ler as suas respostas :).
    Beijinhos,
    Cherry
    Blog: Life of Cherry

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Dei pelo blogue dele há algum tempo "por acaso" e gostei da sua maneira peculiar de ver e falar das coisas ;)

      Biso

      Eliminar
  3. Eu já conhecia e gosto muito por ser tão generalista, como ele diz :)

    É sempre bom conhecermos quem está "do outro lado".

    thebrunettetofu.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O objetivo da rubrica é mesmo esse. Dar a conhecer o blogue e quem o escreve ;)

      Eliminar
  4. Já sou seguidora do Ricardo, a algum tempo e gosto muito do blog!
    Adorei a entrevista e "conhecer-lo" um pouco melhor.
    Beijinhos
    http://alebanac.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu também gosto bastante do blogue dele. Também gostei de o entrevistar e de o conhecer um pouco melhor :)

      Biso

      Eliminar
  5. Foste oficialmente a primeira pessoa a entrevistar-me! Muito obrigado pelo convite para participar na tua rubrica e pelas palavras gentis :)

    Ricardo, The Ghostly Walker.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado eu, Ricardo, por teres aceite o meu convite e pela disponibilidade.

      Abraço ;)

      Eliminar