17 de setembro de 2016

BOOKS #7 | Caminhos Sombrios (Sandra Brown)

Confesso que já não vinha aqui há algum tempo falar-vos de um dos livros que terminei. Confesso também que desde a última publicação desta rubrica já li uns dez livros mas só hoje é que terminei um livro que me deixou boquiaberto com a história e a maneira como esta se desenrola. Hoje venho falar-vos do último livro editado em Portugal da autora Sandra Brown - Caminhos Sombrios.


Eis a sinopse:
"Emory Charbonneau é uma grande pediatra, respeitada entre os colegas e estimada pela sociedade. Depois de uma discussão com o marido, Jeff, a jovem médica prepara-se para uma maratona e desaparece nas montanhas da Carolina do Norte. Quando Jeff comunica o seu desaparecimento à polícia, todas as pistas que Emory deixou desapareceram. O nevoeiro e o gelo põem um fim ás buscas.
Emory recobra a consciência, com um misterioso ferimento na cabeça, num local estranho. E na companhia de um homem cujo passado é tão sombrio que ele não quer sequer dizer-lhe o seu nome. Sem telefone, sem internet, sem ninguém por perto, mas movida pelo medo, Emory está determinada a escapar a todo o custo do cativeiro.
Inesperadamente, no entanto, os dois têm um encontro perigoso com pessoas que seguem um código de justiça própria, No centro da disputa está uma jovem desesperada a quem Emory não pode virar costas, mesmo que isso signifique violar a lei.
Quando o esquema do marido é revelado e o FBI se aproxima do seu captor, Emory começa a perguntar-se se o homem sem nome não será, na verdade, o seu salvador."

Meus caros: este é o nono livro da autora lançado aqui em Portugal. Eu tenho os nove livros. Este foi o que mais me surpreendeu. Narrativa excelente, um livro bem fácil de ler, com uma escrita fabulosa (que Sandra Brown nos habituou desde o primeiro livro editado), um enredo fenomenal e personagens bem ricas. Toda a trama começa logo a partir do segundo capítulo. O leitor começa logo a puxar pela cabeça a pensar em tudo o que já leu. Não pode deixar nenhum pormenor de parte, pois será bem importante mais à frente no livro.

Falemos agora dos personagens. Personagens com caracteres diversificados, cada um com os seus mistérios e pretensões que só ao longo do livro vamos percebendo a verdadeira personalidade de cada um. Sim, porque uma pessoa, por exemplo, na página 100 tem uma opinião sobre determinado personagem, e logo depois na página 120 muda radicalmente a sua opinião. Sim, isto acontece neste livro.

Emory - é o centro do enredo. Viciada em maratonas, organiza uma nos confins do mundo e num dia de tempestade, enquanto treinava, sofre um acidente. A questão aqui é: acidente mesmo ou foi intencional? No segundo capítulo começam logo a surgir as questões todas sobre a história e ficamos presos ao livro a pensar "O que é que vem a seguir?". Aos poucos, Emory vai descobrindo que afinal as pessoas que pensava estarem do seu lado não estão. Quem a trai?

Jeff - marido de Emory, é infeliz no casamento. Tanto que tem um affair com uma amiga da esposa (muito cliché, eu sei. Um ponto menos positivo no livro). Apesar de não a achar devidamente atraente, "dá para o gasto". Vamos tendo um mix de opiniões sobre Jeff à medida que o enredo avança. Será o bom da fita? Será o mau? Porque é que se sente infeliz no casamento? Terá ele alguma culpa?

Homem Mistério - vou dar-lhe este nome, pois o nome dele permanece desconhecido mais de metade do livro. É na casa dele que Emory acorda depois do acidente. Bastante reservado, um pouco calculista, misterioso e homem de poucas palavras, trata Emory bem e assegura que a sua saúde é a sua prioridade. Dá-lhe estadia e comida durante o tempo todo que ela permanece na sua casa e, ao longo do livro, vamos vendo a química entre eles a crescer. Tanto que são três a quatro cenas de sexo descritas quase com todos os pormenores. Posso dizer-vos que Sandra Brown, quando descreve uma cena de sexo, é um pouco gráfica. Não tanto como E. L. James nas "Cinquenta Sombras de Grey" mas conseguem ficar com uma ideia bastante clara do que os personagens se encontram a fazer.

Alice - amiga (e colega de profissão) de Emory e de Jeff (no caso de Jeff, é mais do que uma simples amiga), sente que a sua relação com Jeff podia ser pública. Força Jeff no sentido de assumir a relação. Diz-lhe algumas vezes para acabar o casamento com Emory (dado que ele se sente infeliz com ela) mas Jeff não pretende fazer isso. Ao longo do livro, sabe-se que Emory é herdeira de uma grande fortuna. Será esse o motivo pela qual Jeff não abandona Emory?

Jack - FBI. Anda numa demanda atrás de um homem que há alguns anos atrás foi a lenda num tiroteio ocorrido em Westboro. Ao fim de alguns anos, finalmente, encontra-o. A questão é: serão eles amigos? Terão algumas contas a ajustar? Terá a sua demanda como objectivo final a morte desse homem? Mas afinal, que é esse homem?

Mais podia falar sobre o livro mas aí estaria a tirar a piada toda e a vontade de ler o livro (para quem a sentir ao fim deste "pequeno" texto). É um livro de 411 páginas. Não é nada longo. Escrita e leitura fáceis e agradáveis também. Demorei uma semana a ler este livro (o que, no meu caso, até é muito porque costumo ler em 3, no máximo 4 dias, livros deste género). Havendo tempo livre que me possibilite isso, claro está.

Quem ficou curioso?
Alguém já leu este livro ou algum da escritora?

Até lá, bons post's ;)

Sem comentários:

Enviar um comentário