27 de agosto de 2016

À Conversa com o Blogue... #12 | Imprevisível por Ana Luísa

Mais uma semana, mais uma edição da rubrica "À Conversa com o Blogue...". Hoje, apresento-vos um blogue cuja autora é "Imprevisível". Minha colega na revista online Blogazine com uma experiência de vida bastante interessante. Enveredou pela área fit por iniciativa própria e conseguiu excelentes resultados. Curiosos? Convosco, Ana Luísa do blogue "Imprevisível por Ana Luísa".




O Pinguim Sem Asas (OPSA) - Há quanto tempo surgiu o blogue?
Ana Luísa (AL) - Este blogue está quase a ter o tempo de gestação (9 meses). Criei-o na sequência de um outro que já tinha - "O Espelho da Ana Luísa" - mas achava que precisava de uma mudança no blogue e na vida. Resultou.

OPSA - Qual a razão de o teres criado?
AL - Gosto muito de escrever. Gosto muito de comunicar e transmitir o meu modo de viver foi a razão fundamental.

OPSA - "Imprevisível" porquê?
AL - Por isso mesmo. Porque a minha vida trouxe-me, nestes últimos tempos, surpresas. A maioria desagradáveis. Outras agradáveis e que aprendi que elas superam as desagradáveis. Imprevisível talvez por medo de não ser consistente a escrever no blogue, pelos imprevistos da vida, da rotina que nos tiram tempo e forças para tudo e mais alguma coisa.

OPSA - Que temas costumas abordar no teu blogue?
AL - Rotinas do dia-a-dia. Como mudei os meus hábitos e estou a tentar ser mais saudável. Textos soltos. Por exemplo, tenho uma rubrica que responde às perguntas do Daniel Oliveira (jornalista e comunicador) que tem um livro só com perguntas para nós criarmos o nosso próprio livro e eu respondo-as lá. A minha experiência com a preparação do casamento (que, por motivos familiares, ficou parada...) mas vou retomar. Cozinha saudável, receitas saudáveis, desporto que pratico para mudar os meus hábitos. Datas que tenham significado para mim: Dia da Mulher, Luta contra o Cancro, por exemplo. Uma rubrica que o blogue Lemao Doce criou, que também deixei para trás mas que quero retomar. Acho que já disse tudo...

OPSA - Quem é a Ana Luísa?
AL - Ui, pergunta complicada. Acho que em 28 anos de vida não consigo descrever-me a mim própria. Talvez o nome do blogue esteja relacionado. Sou um pouco imprevisível comigo mesma, sobretudo nesta altura da minha vida. Superei-me e orgulho-me disso. Sou uma menina. Sou uma menina que está, aos poucos, a tentar acreditar que pode ser uma mulher como todas as outras da idade dela. Como me descrevo no blogue, tenho muito pouco filtro, digo aquilo que penso, muitas vezes sem pensar, o que às vezes pode não ser bom de todo. Mas ao menos fico de consciência leve e tranquila. Permite-me seguir em frente todos os dias. Acredito muito nos sonhos e hoje esforço-me mais para os conseguir realizar. Considero que a minha maior qualidade é ser uma pessoa humana. Não consigo ficar quieta quando sei que os meus precisam de ajuda, e até mesmo os que não são meus. Muitas pessoas perto de mim dizem-me que às vezes até ajudo demais. O meu maior defeito? Bem, acho que é um misto. Tenho um feitio complicado que quando não me vão "ao jeito" fica ainda mais complicado. Sou muito teimosa também.

OPSA - Perdeste peso significativamente. Qual o segredo? Como conseguiste?
AL - O principal segredo foi a força de vontade que veio dentro de mim. Pensei que não queria ficar obesa, em primeiro lugar. Pensei que a saúde era o mais importante. Depois os resultados começaram a aparecer e fui pensando mais a nível estético. Que me sentia melhor comigo mesma. Consegui com dieta, com ginásio e a aprender a mudar a minha vida na totalidade. Fui à clínica do Dr. Póvoas - muita gente é contra - mas, para mim, foi uma grande ajuda. Neste momento, já não estou a fazer qualquer tipo de medicamentos mas precisava de um empurrão para "ser capaz" e acreditar em mim. Ginásio com PT foi essencial. Ganhei uma relação de amizade com ele e é uma pessoa que me dá motivação e acredita em mim. Hoje em dia, não consigo não treinar praticamente todos os dias. Renova-me a alma...

OPSA - O que te motivou a adoptares um estilo de vida mais saudável? O que mudou?
AL - Saúde, principalmente. Não respirava. Subia dez degraus e ficava super cansada. Não conseguia correr. As pessoas à minha volta criticavam-me muito (tinha a auto-estima muito em baixo. Ainda hoje tenho, porque a auto-estima, com a perda de peso, não se ganha: é algo que se vai voltando a ter...). Em termos genéticos, é uma dieta "para a vida". Mas foi a saúde a minha GRANDE arma para pensar "tem de ser!". O que MUDOU?  Mudou tudo, menos a minha personalidade. Sou a mesma pessoas que era quando tinha mais 40 kg (no total, desde 2010, foi isto que perdi. Interrompi por pura estupidez e regressei com mais calma e maturidade em 2014 e agora estabilidade). Emocionalmente, talvez seja um pouco diferente (as dietas não são fáceis de gerir e além do mais era de "boa boca" mas é algo que se aprende com o tempo).

OPSA - Vês no teu blogue uma forma de passar o teu testemunho de vida e inspirar quem te lê?
AL - Em parte, sim. Inicialmente, um dos objectivos do blogue era esse mesmo. Se bem que tenho um projecto para iniciar em Setembro mais vocacionado para passar o meu testemunho e quem sabe outros... Quero que este tenha um carácter mais pessoal e possa abordar temas mais gerais.

OPSA - Já algumas vez pensaste em abandonar o blogue?
AL - Não. Pelo contrário. Fico angustiada quando quero escrever e acontece algum imprevisto (família, para mim, sempre em primeiro lugar) e largo tudo à minha volto e lá vou eu ajudar.

OPSA - Consideras que a blogosfera está com maior ou menor qualidade?
AL - Considero que está com muito mais oferta. É um facto. Não vejo isso como sinónimo de maior ou menor qualidade. Basta encontramos os blogues certos na altura certa. Acho que já é um mundo com alguns anos e que agora está a ser MUITO explorado. Às vezes, demais - talvez a parte com menor qualidade. Existem blogues óptimos que nos transmitem ideias brutais, conselhos porreiros, dicas que me deixam, muitas vezes, a pensar na própria vida. Outros que tu vais lá parar e pensas "tempo perdido a ler isto" e nunca mais lá vou.

OPSA - Até onde queres chegar enquanto blogger?
AL - Nunca tive um objectivo. Comecei por diversão, nunca por obrigação. Adoro escrever. Adoro transmitir o que penso, o que sinto. Na minha opinião, a melhor maneira que tenho de me expressar é mesmo pelas palavras. Gostava que as pessoas que me seguem, e as pessoas que me podem eventualmente começar a seguir, tirem ideias, truques, dicas, conselhos, ou seja, aquilo que eu sinto quando visito outros blogues e sei que não foi tempo perdido. Quero que elas se divirtam, soltem gargalhadas, tirem conselhos e apontem pensamentos!

OPSA - Metas a atingir futuramente com o blogue?
AL - Nunca tive qualquer meta. Nunca pensei sobre isso. Embarquei numa aventura que acho que não vai ter fim.

Quem gostou de conhecer a Ana Luísa? E querem saber uma coisa: ela hoje festeja o seu 29º aniversário por isso vamos todos desejar-lhe um FELIZ ANIVERSÁRIO e muitas felicidades ;)

Quanto a vocês, fiquem a aguardar por mais uma entrevista.

Até lá, bons post's ;)

Sem comentários:

Enviar um comentário