7 de maio de 2016

À Conversa com o Blogue... #4 | Pit Lane PT

Bom dia pessoal,

Mais uma semana, mais uma edição da rubrica "À Conversa com o Blogue...". Tal como já vos tinha dito na semana anterior, iriam existir bloggers masculinos a serem entrevistados. E não é que irá ser hoje que vos irei apresentar o primeiro? Ele chama-se Pedro Daniel e é o autor do blogue Pit Lane PT. Curiosos sobre do que se trata este blogue? Alguém tem alguma ideia? Ora vamos lá conhecer o Pedro e o seu blogue.


O Pinguim Sem Asas (OPSA) - Há quanto tempo surgiu o teu blogue?
Pit Lane (PL) - O Pit Lane PT surgiu há cerca de dois meses. Foi criado duas semanas antes, mas estava privado e em fase experimental. Decidi lançá-lo oficialmente no fim de semana do GP da Austrália de F1. Era a primeira corrida do ano e achei que seria oportuno lançar um blogue que fala acerca da "disciplina máxima" do desporto automóvel na mesma altura em que começava uma nova época.

OPSA - Qual a razão de teres criado o blogue?
PL - Já andava com o vício de criar o Pit Lane PT há algum tempo. Queira ter um espaço onde eu pudesse falar à vontade acerca do assunto. A dada altura, e visto que estou frequentemente no Twitter à procura de novidades no que diz respeito à F1, reparei que às vezes eu já sabia das notícias antes delas serem publicadas em determinados sites de automobilismos e isso acendeu o rastilho para criar um blogue gossip style onde pudesse comentar tudo (ou quase tudo) o que se passa e dar algumas notícias em primeira mão aos leitores portugueses.

OPSA - Qual o motivo da escolha desse nome?
PL - O primeiro critério foi arranjar um nome que não estivesse em uso no Blogger (risos). O segundo foi arranjar um nome que estivesse ligado ao backstage das corridas. Ainda pensei em "Paddock" mas como não gosto de clichés descartei logo essa opção. E foi aí que me veio à cabeça "Pit Lane" (via das boxes, em português). O "PT" tem uma razão: para além do blogue, também comento no Twitter e o PT serve apenas para informar o público que se trata de uma conta que escreve em português.

OPSA - Quais os principais temas do blogue?
PL - O principal de todos é a F1. Mas (embora em segundo plano) também a Fórmula E (FE), que é uma nova disciplina similar à F1, mas com carros eléctricos e que tem crescido imenso. Volta e meia também falo do World Endurance Championship (entre outros), mas só para comentar uma ou outra coisa que ache pertinente...

OPSA - Já não te conhecemos de um outro blogue?
PL - Sim, do blogue "O Meu Cão Morreu". Já escrevi mais nele mas, por falta de tempo, decidi transformar o blogue num rubrica da Blogazine e, posteriormente, publico os artigos no blogue. É um 2 em 1. A falta de tempo e paciência também era algo que não abonava muito, especialmente para escrever humor. O humor é um pouco como a música. Se queres uma coisa mais básica, comercial e só para vender (ou ter visualizações) então consegues estar constantemente a produzir conteúdo. Se queres algo mais arrojado, sem piadas forçadas ou recorrer às fórmulas do humor (ou ao álcool), então é preciso muito tempo livre e inspiração.

OPSA - Fala-nos um pouco sobre ti.
PL - A descrição do meu Twitter é "Cenas de um gajo de Coimbra" e acho que isso já diz algumas coisas a meu respeito. Eu falo e crio cenas. Nada de específico, apenas cenas. Criei dois blogues distintos por isso mesmo, porque não me foco em algo específico. Gosto de dissertar sobre tudo e mais alguma coisa. Nunca estudei música mas tenho um álbum de música no mercado feito por mim e por um amigo meu, nunca diz um workshop de humor mas decidi escrever humor num blogue... Enfim, sou um autodidacta.

OPSA - O que esperas obter com este teu novo blogue?
PL - Acima de tudo, explorar uma área que está sub-explorada na blogosfera portuguesa e divertir-me. Podia esperar que me convidassem um dia para escrever sobre o assunto numa publicação da área, ou que me dessem uns paddock passes para andar por aí a ver GP's à pala, mas sou realista e o que quero, na verdade, é divertir-me a comentar algo que eu gosto muito.

OPSA - Já recebeste algum comentário menos positivo? Como reagiste?
PL - No Pit Lane não, até porque o público comenta mais a notícia e não o blogue ou a minha postura... mas no OMCM sim, vários. A minha reacção é sempre muito positiva até, porque visto que o blogue contém um humor um bocado mais agressivo, receber insultos e ameaças é sempre bom sinal porque significa que os artigos está bem feitos e a chegar onde quero.

OPSA - Qual a tua opinião sobre a blogosfera em geral?
PL - Já esteve melhor e já esteve pior. Sinceramente, acho que devia haver um boom da blogosfera em Portugal. Meter a blogosfera para a web como temos o kizomba para a música. Mas em bom, claro. Acho que o grande problema é que apenas 20% dos blogues existentes se aproveitam. Os outros 80% são monos: ou porque têm mau conteúdo, ou porque só foram criados por causa de um trabalho de faculdade... Enfim, acho que deviam haver blogues mais genuínos e menos enjoativos.

OPSA - Achas que há algum tipo de descriminação de género dentro da blogosfera?
PL - Depende da área. Mas é como tudo: se em Portugal virem um casal de rapazes fica tudo chocado, mas se for um casal de raparigas, então já tem alguma sensualidade. E acho que é essa mentalidade tacanha que descrimina as pessoas que escrevem na blogosfera em Portugal. Vou dar um exemplo: há áreas que são neutras (como o humor, actualidade...) que são explorados por ambos os géneros sem descriminação. Mas há outras áreas em que isso não acontece: se uma mulher comentar futebol, automobilismo ou até videojogos também não há grande problema (é a tal sensualidade) mas há sempre quem diga que não percebe nada do assunto porque é mulher. No caso dos homens, se o homem tiver um blogue de moda, beleza ou decoração, então a sua orientação sexual já é logo posta em causa. É a sociedade que temos.

OPSA - Consideraras que a blogosfera está igual ou diferente agora do que há dez anos atrás? Em que aspectos?
PL - Está diferente. Agora, a blogosfera é frequentada largamente pelos internautas, há mais blogues e interesse, A blogosfera evoluiu de maneira a conseguir ser um bom veículo de publicidade (que apesar de bom também tem os seus efeitos negativos), as plataformas também melhoraram e isso traz mais utilizadores. A tecnologia web nunca tem tendência a regredir (o Portal das Finanças não conta).

OPSA - Metas a atingir com o blogue futuramente?
PL - Nunca será bem como um jornal de notícias acerca da área, mas gostava que o meu blogue, um dia, pudesse ser uma referência no que toca a F1. Lá fora temos grandes bloggers de nome na área e conseguem ser tão poderosos que muitas vezes a imprensa faz notícias com base no que eles escrevem e não o contrário. É utópico chegar a esse nível estando em Portugal, mas se algum dia o pessoal abrisse o Pit Lane PT para ler as últimas notícias e os meus comentários com a mesma frequência (ou quase) que abrem os sites da imprensa especializada na área, já me daria por contente. Este início foi muito bom, as visitas têm subido bastante... Mas não posso ficar por aqui.

Mais uma entrevista a um blogue que foge da maioria de blogues que existem na blogosfera portuguesa mas não menos importante nem menos interessante que os demais. Obrigado Pedro por teres aceite o meu convite e teres colaborado comigo nesta minha rubrica. 

Quanto a vocês, meus caros, se quiserem conversar comigo ou ver o vosso blogue aqui nesta rubrica poderão enviar-me um email para opinguimsemasas@gmail.com que terei todo o gosto em falar convosco (não só por causa desta rubrica mas qualquer outro assunto. Sem problema ;) )

Até à próxima edição e, até lá, bons post's.

4 comentários:

  1. Respostas
    1. Bastante diferente daquilo a que estamos habituados ;)

      Eliminar
  2. Obrigado pela entrevista, Ricardo :)

    É sempre bom ter este tipo de iniciativas para dar a conhecer novos blogues ao público em geral, mesmo que pertençam a uma área totalmente diferente...

    Um grande abraço e muito sucesso para o Pinguim Sem Asas ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado eu por colaborares comigo Pedro. Sim, o teu blogue é bastante diferente mas não menos interessante que os demais ;)

      Abraço

      Eliminar