11 de abril de 2016

A minha experiência com #9 | MartiDerm Creme de Mãos

Já tem sido habitual eu vir aqui partilhar convosco a minha opinião sobre alguns produtos que experimentei (e alguns continuo a usar). Hoje não é excepção! 

Com a minha rotina de trabalho, e durante o meu dia-a-dia, as minhas mãos ficam muito secas. No Inverno, principalmente, onde os meses são mais frios, não dispenso um bom creme hidratante para as mãos mas, mesmo durante o resto do ano, sinto necessidade de hidratar as minhas mãos. Cremes de mãos, na minha opinião, é um daqueles produtos que uma pessoa pode fidelizar a uma marca mas não a 100%. É um produto que uma pessoa consegue mais facilmente trocar e experimentar de uma marca diferente. Eu não sou diferente.


Uma marca que tinha curiosidade em experimentar mas, confesso, não tinha muito informação sobre a mesma e dos produtos que tinham disponíveis, era a MartiDerm. Para quem não conhece, a MartiDerm é uma marca líder no país de nuestros hermanos bastante prescrita e recomendada pelos médicos dermatologistas, e que, aos poucos, começa a ganhar alguma expressão de vendas e projecção de imagem aqui em Portugal.

A Martiderm, reconhecida pelo sector médico e farmacêutico, mantém os princípios do seu fundador, como o rigor, a inovação, a eficácia dos seus produtos, que contêm uma alta concentração de ingredientes activos, assim como a transparência com que apresentam a fórmula em todos os seus produtos, que "dizem o que fazem e fazem o que dizem". Graças à sua proximidade e afinidade com dermatologistas, farmacêuticos e consumidores, a MartiDerm, especialista em saúde dermatológica, oferece soluções com fórmulas inovadoras, eficazes e diferentes para o cuidado e o bem-estar da pele.

Tendo em conta a amizade que tenho com um elemento do departamento comercial da MartiDerm aqui em Portugal (agradeço, desde já, o gesto e a sua disponibilidade em me apresentar a família MartiDerm e ceder-me amostras e alguns produtos), foi-me oferecido o creme de mãos desta marca. Segundo a mesma, este creme "hidrata, protege e regenera as mãos secas, ásperas, gretadas ou com tendência para dermatoses. Muito adequado para zonas específicas como cotovelos, joelhos, tornozelos e calcanhares. Complemento terapêutico nos tratamento de patologias como psoríase, ictiose, xerose e dermatite atópica." Podemos encontrar na sua composição 12% de Ureia (que tem uma forte acção hidratante) e 3% de Centelha Asiática (componente regenerador).

Após ter experimentado grande parte do produto posso dizer-vos que este creme de mãos é uma excelente opção para utilizarmos durante o dia. Porquê? Simples! Este creme apresenta uma textura muito fluída e de rápida absorção. E estas características são os meus objectivos quando vou comprar um creme de mãos (para além da componente hidratante, como é óbvio!), uma vez que não permite que o creme fiquei agarrado às coisas que toco logo a seguir - telemóvel, canetas, papéis, caixas de medicamentos, carteira, etc. Para além disso, é necessário apenas uma pequena quantidade de creme para as duas mãos (o equivalente a uma ervilha. Parece mentira mas é verdade. Basta, apenas, esta quantidade de produto por aplicação). Acima de tudo isto, a relação preço/quantidade é a melhor do mercado (farmacêutico) uma vez que 75 ml de produto não chega a 9€. Isto, em relação a cremes de mãos com uma composição destas, é muito bom. A maior parte dos cremes de mãos de farmácia anda à volta dos 8€ e têm apenas 50 ml, quando não têm 40 ml (parecem formatos de viagem de tão pequenas que são as embalagens).

Por isso, meus caros amigos e amigas, se querem um bom creme de mãos de qualidade a um bom preço, corram já e adquiram o vosso. Depois digam-me alguma coisa. Quem já tiver experimentado, que deixe o seu comentário ;)

Sem comentários:

Enviar um comentário