30 de abril de 2016

À Conversa com o Blogue... #3 | Flor do Mar

Olá, olá, olá pessoal!

Mais uma semana decorreu (correu bem?), mais um início de fim-de-semana e, como já vem sido habitual há duas semanas, mais uma edição da rubrica "À Conversa com o Blogue...". Desta vez, a "vítima" foi a Margarida Melo, autora do blogue Flor do Mar. E agora vocês comentam "ah e tal é só raparigas que entrevistas. Assim não tem piada!" Calma! Há homens bloggers que também irão ser entrevistados nesta rubrica que, felizmente, aceitaram colaborar comigo e participar neste meu cantinho semanal. Desde já agradeço, não só a eles, mas também a todas as bloggers que já aceitaram participar nesta minha rubrica. Preparados?


Vamos conhecer a Margarida do blogue Flor do Mar:

O Pinguim Sem Asas (OPSA) - Há quanto tempo surgiu o teu blogue?
Flor do Mar (FM) - O meu actual blogue, Flor do Mar, é relativamente recente. Criei-o em Setembro de 2015, mas já estou na blogosfera desde Agosto de 2014.

OPSA - Qual a razão de teres criado o blogue?
FM - Quando criei o meu primeiro blogue foi porque tinha necessidade de conhecer outras pessoas e de estar num "lugar" onde me sentisse bem. Desde essa altura os objectivos mudaram e o Flor do Mar surgiu mais com o objectivo de falar menos da minha vida pessoal e mais acerca de assuntos de maior interesse (ou nem tanto) para os leitores.

OPSA - Qual o motivo da escolha desse nome?
FM - Como setubalense que sou, nunca eu me imaginei a viver sem ter o mar por perto. É algo que gosto bastante e me acalma nos dias maus. Ir até à beira-mar e ouvir as ondas, sentir o cheiro a maresia e relaxar. Considero-me uma "filha do mar" pelo que, daí até Flor do Mar foi rápido, uma vez que me chamo Margarida, que é um flor.

OPSA - Quais os principais temas do blogue?
FM - Esta é uma pergunta à qual ainda não sei bem responder. Acho que ainda ando à procura de uma resposta exacta a esta questão. Sinceramente, é algo em que nunca me empenhei: em definir quais os temas a abordar. Mas mais ou menos vou falando do que descubro, do que acho e do que gosto. Gosto sobretudo de abordar temas relacionados com o amor-próprio, fazer reviews de livros e filmes, dar algumas dicas acerca de algumas coisas de que me vou lembrando e, claro, fazendo os meus textos mais ou menos filosóficos, mais ou menos sérios, mais ou menos engraçados.

OPSA - Fala-nos um pouco sobre ti.
FM - Acho que não há muito a dizer sobre mim... Não há muito que uma miúda de 16 anos possa dizer sobre si mesma. Detesto desporto, isso é certo. Gosto de ler, de matemática, e não passo um dia sem ouvir música. ao contrário da maior parte dos adolescentes, sou um bocado lobo (ou, neste caso, loba (risos)) solitário, preciso do meu espaço e de estar sozinha para manter a sanidade mental. Sou bastante curiosa e atenta aos pormenores e considero-me uma apaixonada pela vida, pela cidade e pelas pequenas coisas que fazem os meus dias, e por vezes são essas pequenas coisas que me fazem feliz.

OPSA - Boas notícias que recebeste com o blogue.
FM - Esta entrevista, por exemplo! Ás vezes acho que deixo o blogue um bocadinho de lado por causa do meu envolvimento noutros projectos (também ao nível da blogosfera) e também devido à escola, que está cada vez mais exigente, pelo que não tenho conseguido dedicar tempo suficiente para que ele cresça da maneira desejada. De qualquer das maneiras, é sempre uma boa notícia quando consigo parcerias com empresas como a Chiado Editora (única, até agora) mas em breve espero conseguir disponibilizar mais tempo para me empenhar mais no blogue e poder receber mais boas notícias.

OPSA - Já recebeste algum comentário menos positivo? Se sim, como reagiste?
FM - Acho que nunca recebi comentários negativos. Recebi uma vez um comentário que, apesar de não ser ofensivo nem nada, me deixou desconfortável, mas apercebi-me de que isso tinha acontecido provavelmente por ter deixando o link do meu blogue num site onde talvez não devesse, pelo que, deixei de o fazer, e não apareceram mais comentários do género.

OPSA - Já pensaste algumas vez em abandonar o blogue? Porquê?
FM - Não nego que já me passou pela cabeça abandonar a blogosfera. Este já é o meu quarto blogue, sendo que os dois primeiros foram numa altura em que ainda não tinha entendido completamente o conceito do blogue e de toda esta parte da blogosfera em que me considero inserida agora. Desisti desses dois blogues, um por ser no Sapo e ter percebido que era bastante mais fácil divulgar e personalizar se estivesse no Blogspot. O segundo terminei porque acabei por cometer o erro de mostrar o blogue a um amigo e não correu bem (longa história...). O terceiro blogue chamava-se If I die Young e era essencialmente um blogue pessoal onde desabafava sobre a minha vida, o que se começou a tornar relativamente "perigoso" quando me apercebi como seria se pessoas que conheço vissem aquilo que muitas vezes escrevia (e sentia). E então achei que estava na altura de crescer e de criar um blogue com um conteúdo mais interessante (ou nem tanto) e que não me pusesse tanto em risco, um blogue mais virado para a blogosfera e menos para mim mesma. Desde Setembro que não penso em desistir.

OPSA - Qual a tua opinião sobre a blogosfera em geral?
FM - Eu acho que a blogosfera é como tudo, tem vantagens e desvantagens, partes boas e más. O facto de todos escrevermos e comunicarmos por detrás de um teclado pode muitas vezes levar a mal entendidos e más interpretações, e isso é mau quando mal gerido. No entanto, também é bastante bom quando notas que muitas vezes encontras gente como tu, gente que está na blogosfera porque quer, porque gosta, para conhecer novos blogues e bloggers, fazer amizades e desligar um bocadinho do mundo real, e isso é bom, porque a maior parte das pessoas não quer saber se és branco, preto ou azul ás bolinhas, bonito ou feio. Não interessa muito porque se souberes escrever, se souberes sobre o que estás a escrever, a partilha de conhecimentos e experiências ultrapassa todo o preconceito com que lidamos no dia-a-dia. E essa é a principal razão pela qual adoro a blogosfera e não penso desligar-me deste mundo.

OPSA - Metas a atingir futuramente com o blogue?
FM - Primeiramente, tenho de me organizar e dedicar-lhe mais tempo. Esse é o primeiro e principal objectivo. Depois, é ver até onde as coisas nos levam. Talvez conseguir participar em algumas campanhas e conseguir parcerias com marcas, claro. Tenho o objectivo dos 100 seguidores e mais, só o tempo o dirá... Não gosto de estabelecer objectivos a longo prazo, porque sei que a qualquer momento as coisas podem mudar e tenho medo de me vir a desiludir... por isso, acho sempre melhor ver até onde a corrente me leva e agir de acordo com isso.

Gostaram?

Margarida, mais uma vez obrigado por aceitares colaborar comigo nesta rubrica e pela tua participação ;) Penso que todos nós gostámos de te conhecer um pouco melhor.

Gostavam de ser "entrevistados" por mim? Poderão entrar em contacto directo comigo enviando-me um email para opinguimsemasas@gmail.com e terei todo o gosto em falar convosco ;)

Até à próxima edição e bons post's!

2 comentários: