19 de março de 2016

Feliz Dia do Pai


Neste dia em que se comemora o Dia do Pai, deixo-vos o texto que escrevi para a edição de Novembro de 2015 da Blogazine sobre pais de "primeira viagem". Este texto foi escrito com a ajuda do meu irmão que hoje celebra o primeiro Dia do Pai com o seu segundo filho e o terceiro com o primeiro filho. Não, ainda não sou pai (um dia quero ser) mas achei por bem partilhar-vos este texto. Ora leiam:


"Em breve vais ser pai pela primeira vez e de certeza que inúmeras dúvidas te assomam à cabeça: "Como serão as minhas noites a partir de agora?", "Como irei mudar uma fralda?", "A minha vida social será prejudicada?", "E a minha vida de casal? Irei continuar a ter tempo só para mim e para ela?"

É normal teres estas dúvidas. Nunca tiveste nas tuas mãos alguém assim tão pequenino, vinte e quatro horas sobre vinte e quatro horas, e começas a ter algumas questões. um filho é algo bastante importante que acarreta uma enorme responsabilidade. Tens que lhe garantir uma alimentação saudável, higiene adequada, as idas ao Pediatra, as compras de materiais específicos de bebé, as vacinas que precisam de ser dadas nas alturas certas, etc. Uma coisa da qual tens de te mentalizar é que a tua casa deverá estar preparada para a chegada de um bebé, com tudo aquilo que vais precisar para que ela cresça bem, num ambiente acolhedor: berço, brinquedos, caixas de música com luzes, uma banheira, cuidados de higiene e hidratação adequados para um recém-nascido, fraldário, entre outros. Precisarás também de biberões e respectivo esterilizador e, possivelmente, um aquecedor de biberões.

Relativamente à tua vida social e de casal, está claro que será afectada pois agora vocês terão um novo elemento e uma nova prioridade: o bebé. Terás de abdicar durante algum tempo dos jantares, das férias para lugares longínquos (pois não vais com um bebé para lugares barulhentos e com diversos tipos de poluição, uma vez que não são nada confortáveis para o mesmo). Opta por jantares em tua casa e convida os teus familiares e amigos. Assim, é uma maneira de continuares a conviver e dás a conhecer o teu filho ás pessoas num ambiente caseiro e acolhedor.

Quanto às fraldas, este poderá ser um dos aspectos mais problemáticos, mas nada que com a prática não se resolva. Algo que poderás ter de estar mais atento são as contas. Um bebé acarreta bastantes despesas, entre alimentação, fraldas, cuidados de higiene e hidratação, idas ao Pediatra, vacinas... O orçamento poderá tornar-se apertado.

Mas, no final de tudo, um filho é uma enorme alegria e um enorme motivo para sorrires e seres feliz."

Neste Dia do Pai, quero agradecer ao meu Pai por tudo aquilo que me proporcionou nestes meus 28 anos de vida. A educação e os valores que me ensinou, a ajuda que me deu (e ainda me dá) sempre que preciso dele, do apoio incondicional e do amor que nutre por mim. Tudo aquilo que sou é a ele (e à minha Mãe, claro) que o devo e espero sinceramente que ele (e a minha Mãe) se orgulhem da pessoa que me tornei. Sem eles, não seria quem sou e tudo o que sou a eles lhes devo. A eles o meu Muito Obrigado deste Vosso filho que vos tem (e terá) sempre no seu coração.

Agora vou dar mimo ao meu Pai porque ele merece. É o dia dele :)

1 comentário: