26 de dezembro de 2015

Das melhores decisões que tomei este ano - Parte 2

Já comecei aqui a falar sobre uma das melhores decisões que tomei este ano. É bastante comum uma pessoa, no final de cada ano, começar a pensar em como o ano correu, os pontos positivos e negativos do mesmo e ver onde podemos melhorar e o que é que é possível melhorar. Eu não fui excepção e recordo agora, com bastante orgulho (sim, é mesmo orgulho) da minha decisão em perder peso.



Na último publicação fiquei no momento em que me pesei ao fim de uma semana de treinos e vi que o esforço tinha valido a pena e que se nos dedicarmos a algo com disciplina e com força de vontade e de sacrifício conseguimos alcançar aquilo a que nos propomos diariamente.

O facto de ter perdido 2 kg na primeira semana, e ter atingido o meu primeiro objectivo a curto prazo, deu-me mais alento e devolveu-me o entusiasmo que durante a primeira semana tinha perdido. Uma vez atingido o primeiro objectivo, há que estabelecer um novo e isso surgiu-me bem rápido na minha cabeça - perder um total de 16 kg (já "só" me faltavam 14).

Acontece que tinha entrado na segunda semana de dieta e de treinos, e tal como já tinha ouvido falar, e como o meu PT me avisou, a segunda semana é a mais temida. Porquê, perguntam vocês? Porque é "normal" uma pessoa recuperar o peso que perdeu na primeira semana e às vezes ganhar mais do que se perdeu até. Isto porque o nosso corpo levou "um choque" - perder peso - e criou um mecanismo de defesa - retenção de líquidos e aumento de volume. Claro que na parte de retenção de líquidos não tive problemas em me adaptar porque normalmente bebo diariamente 2,5 litros por dia e no Verão chego aos 3 litros, à vontade (nem imaginam os benefícios que beber esta quantidade de água por dia faz à vossa pele).

Posto isto, comecei a pensar numa "estratégia" para enganar a maldita segunda semana e cheguei a algo (estúpido para alguns) que resultou - mentalizar-me que estava na terceira semana de perda de peso. Pode parecer parvo mas o que é certo é que serviu. Quer dizer, perdi 100 gramas mas perdi. Não ganhei xD (SCOOOOOORE!!!) Fiquei super feliz quando, ao fim da segunda semana, tinha perdido peso porque a minha estratégia tinha resultado. Agora era trabalhar para continuar a perder peso. Não considerei esta semana como um retrocesso nem perda de tempo porque é mesmo assim. Quem costuma acompanhar programas como "The Biggest Loser" sabe que na segunda semana eles andam todos a tremer que nem varas verdes e a rezarem a todos os santos para não ganharem peso no final da semana - preferi não passar por isso. Ehehe.

Ao fim de um mês tinha perdido 3,9 kg. Pensei que iria ser "fácil" perder os 16 kg a que me propus e que, se a perda de peso fosse linear, ao fim de mais 3 meses (mais uma ou duas semanas, quiçá) iria conseguir atingir o meu objectivo final.

Mas algo aconteceu que me tramou este meu processo...

Brevemente, mais no blogue

:)


Sigam o blogue

Sem comentários:

Enviar um comentário