22 de dezembro de 2015

Das melhores decisões que tomei este ano - Parte 1

Falo da minha decisão em perder peso e começar a praticar exercício físico e manter um estilo de vida saudável, ou seja, a minha demanda "Entrar nos 30 em boa forma". É certo que ainda me faltam quase dois anos para atingir esse número mas mais vale começar a preparar-me para essa data :D


Tudo começou dia 13 de Março (uma sexta-feira 13, curiosamente) em que, no meio de um jantar entre amigos onde contavam as peripécias nos ginásios que frequentavam, me deu um clique e eu decidi contactar uma pessoa que conhecia e que era PT. Confesso que a dificuldade desta decisão não foi pensar no que lhe ia dizer mas sim dizer-lhe! Podem pensar que é mentira e que eu sou dramático mas não. Foi mesmo assim. Assim, ganhei coragem e falei com ele e expliquei-lhe o que pretendia. Perguntei se tinha disponibilidade para me treinar, se achava que eu era capaz, se haviam resultados, blá blá blá até que combinamos um dia para eu fazer uma avaliação com ele.

Chega o momento da avaliação e ele começa a fazer as perguntas típicas sobre que exercício físico é que fazia e qual a frequência (nada e nada vezes nada dá nada - foi a minha resposta na altura porque era o estado em que eu estava), a minha alimentação (percebi que estava a cometer erros colossais no meu pequeno-almoço... fiquei assustado), quais os meus objectivos a curto e médio prazo e final, qual o meu primeiro objectivo e depois passámos para a realização de alguns exercícios onde ele viu em que ponto é que eu estava (não é preciso ser um doutorado para perceber que eu não estava lá muito bem LOL). Depois de uma conversa sobre a avaliação e aquilo que ele viu combinamos treinar duas vezes por semana - tinha contratado um PT (eu odeio esta expressão mas no fundo no fundo passou-se isso, contratei um PT).

Começam os treinos e lá vou eu "todo contente" para o meu primeiro treino com ele. Fiquei completamente exausto! As dores no dia seguinte eram horríveis, parecia que tinha passado uma camião TIR por cima de mim no dia anterior e pensei em desistir. Sou sincero, pensei mesmo. Só me passava pela cabeça "Se depois do primeiro treino eu fiquei assim, e se todos os outros forem assim, eu não vou conseguir". O meu entusiasmo inicial tinha passado nessa semana e eu só pensava se iria ser capaz de aguentar um outro treino como o primeiro.

Até que ao fim de uma semana (dois treinos depois), completamente estourado (eu trabalho numa farmácia e doíam-me imenso as costas e as pernas quando eu tinha que ir buscar coisas às gavetas mais próximas do chão - dores horríveis!!), e com as alterações na minha alimentação (mudei o meu pequeno-almoço, alterei o que comia nos meus lanches da manhã e da tarde, as proporções no prato ao almoço e ao jantar e comecei a fazer ceia), lá fui eu para a balança a pensar que ela não ia ser nada minha amiga e ZÁS!! 2 kg perdidos! Dois! Fiquei extremamente contente porque o meu primeiro objectivo tinha sido atingido em apenas uma semana - ficar abaixo dos 90 kg (o meu peso inicial era 91 kg). Pode parecer que não mas isso serviu-me de alento para continuar com os treinos. O meu entusiasmo tinha voltado novamente e, com ele, a minha força de vontade e espírito de sacrifício.

Percebi que a trabalhar arduamente, com disciplina e regras, conseguia atingir o meu objectivo final.

(Brevemente, mais no blogue)

:)

Sigam o blogue

2 comentários:

  1. ual eu estou na nutricionista e estou caminhando tirei refrigerante e comendo mais coisas saudavel estou vendo resiltado estava com 100 ja estou 98 kkkk 2 kilos em um mes quero peder muito mais esse mes ta muito da hora seu post amei vai conseguir vai ver

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu comecei em Março. Entretanto já perdi o 16kg ;) já atingi o meu primeiro objectivo.

      Eliminar