3 de setembro de 2015

Getting Fit #2

E hoje foi dia de mais um treino. Confesso que uma das coisas que mais gosto nestes treinos é o facto de serem ao ar livre: nada de confusões de ginásios, nada de manifestações de testosterona, nada de "eu é que sou bom porque levanto 150 kg de cada lado e solto urros guturais como se estivesse na casa de banho com diarreia e umas cólicas infernais". Só eu e o meu treinador. Pronto. E chega! Mesmo. Não há melhor e a cada treino que passa, tendo em conta aquilo que aos poucos me vejo a conseguir fazer, mais motivado fico e com mais vontade de continuar a treinar.

Eu sei que podem pensar "olha-me este agora com a mania que se tornou saudável porque começou a fazer treinos e a mudar a sua alimentação há três semanas". Meus amigos e minhas amigas: se me dissessem aqui há tempos que ao fim de três semanas eu iria perder 3,1 kg, 6 cm de perímetro abdominal, que iria conseguir correr 7 km intercalado com exercícios de alta intensidade e sobreviver ao treino de hoje, acreditem! Eu iria rir-me às gargalhadas (e eu normalmente rio-me alto: quem me conhece, sabe que isto é bem verdade!)

Continuando... hoje o treino passou por um aquecimento normal (fase bastante importante quando treinamos) e depois o treino propriamente dito: o chamado (e muito temido?) "Treino tabata". E o que é o treino tabata perguntam vocês e muito bem?

Treino tabata, resumidamente, é um método de alta intensidade que melhora o sistema aeróbio de forma mais eficaz que muitas outras formas de treino cardiovascular tradicional e aumenta também as capacidades anaeróbias. Permite aumentar a velocidade do nosso metabolismo, durante e após o exercício, significando que, após o final do treino, ainda estamos a queimar calorias por umas horas, sendo uma grande ajuda para a redução da gordura corporal - JACKPOT!! :D

Fica, então, uma descrição do que eu fiz neste meu treino (poderão haver diversas combinações, este é só um exemplo): oito exercícios diferentes, sendo que exercitava 20 segundos e descansava 10 segundos (nível de principiante, que isto de treinar forte e feio ainda é muito novo para mim) (entre cada exercício e entre cada série). E repetir 8 vezes. Sim, OITO!!!! O mais importante aqui é fazerem o maior número de repetições que conseguirem em 20 segundos. Pensava que ia desfalecer a meio mas sobrevivi. Basta acreditar que conseguem e focarem-se no vosso principal objectivo e acreditem que isso motiva-vos para continuarem e acabarem o exercício. Os oito exercícios foram os seguintes:

20 segundos com 3 Jumping Jack's e 1 Burpee (adoro burpee's) e 10 segundos de descanso
20 segundos Flexões (eu e as flexões temos uma relação muito especial... ou não!) e 10 segundos de descanso
20 segundos Kettelbel's com rotação e 10 segundos de descanso
20 segundos Abdominais e 10 segundos de descanso
20 segundos Jumping Jack's e 10 segundos de descanso
20 segundos Lunges e 10 segundos de descanso
20 segundos Plank (ai ai ai a prancha...) e depois
20 segundos de corrida e 10 segundos de descanso.

E repetir oito vezes este conjunto de exercícios. Fácil, não? (custou mas consegui!)

Depois deste treino tabata, uma corrida muito ligeira e depois uma caminhada ligeira.

Agora é aguardar por segunda-feira que é dia de pesagem e na terça dia de medições.

Fingers crossed!!

Sem comentários:

Enviar um comentário